É sábado na Cidade Tradentes…

POMBAS

Anúncios

MOSTRA EXCÊNTRICA DE ARTES ABRE ESPAÇO A GRUPOS “INVISÍVEIS” DA SOCIEDADE

19092014_sankofa_mostraexcêntrica

Promovida pelo Coletivo Sankofa, a segunda edição da Mostra Excêntrica de Artes reúne artistas da zona Leste de São Paulo e do Rio de Janeiro.

A mostra surge como possibilidade de identificar, difundir e democratizar o acesso a produção artística viabilizando também um canal de reflexão sobre a invisibilidade e violência sofrida por determinados grupos sociais.

“Nessa perspectiva, excêntrico refere-se àquele que incomoda, que está a margem, fora do padrão ou de um “centro”. A arte nesse sentido torna-se um meio então, para que esses setores historicamente excluídos entram em cena e em pauta”, dizem os organizadores.

Participam desta edição:

A’S TRINCA – A’S significa ATO SONORO e TRINCA significa três, inspirados no jogo de cartas TRINCA DE A’S. O grupo de rap é formado por Nay Lopes, Kel, Nina Juh e DJ X.Jay, que trazem em suas letras as experiências, ideias e vivências em seu local de origem – a Cidade Tiradentes.

DINDRY BUCK – A drag queen Dindry Buck é uma personagem vivida pelo publicitário, jornalista, ator e maquiador Albert Roggenbuck – conselheiro representante dos Transegêneros junto ao Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual, na cidade de São Paulo (primeira conselheira do gênero escolhida através do voto direto)

CIA FLOR DE ARRUDA – Desde 2012 a Cia Flor de Arruda vem colocando em cena a necessidade de abordar questões de respeito ao próximo criando um diálogo de compromisso artístico e educativo com o público Infantil. Assim, a peça teatral “A incrível história de Romão e Julinha” surge nessa perspectiva transformadora e lúdica.

GGF A FAMILIA – Grupo de rap composto por pais e filhos, que estão desde 2013 nas ruas expressando suas vivências cotidianas, dando voz às opiniões das crianças, mães, pais Socialismo, consciência e dever familiar são características desse novo grupo da Cidade Tiradentes.

TEMPO EXPERIMENTAL PRODUTIVO – TEP – O grupo surge em 2013 a partir do encontro de artistas de diferentes linguagens buscando em seus processos criativos formas não convencionais para abordar as inquietações humanas, utilizando o corpo como um ponto em comum. O jovem grupo está localizado na zona Sul de São Paulo.

ASSOCIAÇÃO AFRO CARIOCA – A companhia do Rio de Janeiro apresenta a história de um Orfeu contemporâneo nascido no subúrbio carioca.

FRANCINE ROSA – Artista plástica realiza pintura em telas e outros suportes, esculturas, apropriação de objetos esteve desde sua infância mergulhado no universo das artes plásticas.

ROBERTO SANTOS – Artista multimeios que busca um diálogo híbrido entre as artes.

Anotaí!

2ª Mostra Excêntrica de Artes

Quando? Domingo, 21 de setembro, a partir das 14h

Onde? Parque Linear Tiquatira – próximo ao Clube Esportivo – Tiquatira – Zona Leste de São Paulo

Mais informações aqui. 

ATO PÚBLICO EM MEMÓRIA DO JOVEM JOÃO ANTÔNIO DONATI

ATO PÚBLICO EM MEMÓRIA DO JOVEM JOÃO ANTÔNIO DONATI & PELA CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOLESBOTRANSFOBIA!

LEIAM AQUI POR GENTILEZA… (CONVIDEM SEUS AMIGOS)
É IMPORTANTE, POIS HÁ DETALHES DO EVENTO:

ESTE PROTESTO, É PARA VOCÊ JOÃO ANTÔNIO DONATI
(E para toda a sua família, amigos e conhecidos, que sofrem que sua perda, prematura e de forma tão trágica e cruel!)

Mais um jovem (LGBT) foi encontrado assinado em um terreno baldio na cidade de Inhumas, na região metropolitana de Goiânia, na manhã de quarta-feira (10/9/14). De acordo com informações da Polícia Civil, o jovem #JoãoAntônioDonati de 18 anos, era homossexual e há a suspeita de que o crime tenha sido motivado por intolerância (HomoLesboTransFobia).

aqui pode ser encontrado atos que irão acontecer em todo o Brasil https://www.facebook.com/events/759668284089927/permalink/760042414052514/

“Quem cala, consente… e não sente!”

29_artistassereunememvideoparapedirofimdahomofobia-670x446

 

O COLETIVO CULTURAL SANKOFA APOIO E CELEBRA ESSA INICIATIVA CONVIDANDO TODA A SOCIEDADE A NÃO SE CALAR!!

 

Cansado de acompanhar o aumento de crimes homofóbicos no Brasil, o ator Aloísio de Abreu resolveu se manifestar através de uma campanha a favor da criminalização da homofobia no país.
Primeiro, o ator e roteirista resolveu sair pelas ruas do Rio de Janeiro e colar um cartaz com a seguinte mensagem: “O que você faria se soubesse que seu irmão, primo, colega de trabalho, tio, foi surrado, torturado, assassinado, só porque é gay? Isso é homofobia!”.
“Soube que houve um aumento de mais de 46% de casos claramente homofóbicos. Não sou ativista nem militante, sou cidadão, trabalhador, gay, e quero tentar combater isso”, declarou o ator. A segunda parte da iniciativa começa com outro vídeo, que traz depoimentos e questionamentos de amigos de Aloísio e personalidades da mídia, como a atriz Cissa Guimarães e a apresentadora Fernanda Lima. A campanha conta também com uma fala da delegada Martha Rocha, chefe da Polícia Civil do RJ.

“É uma campanha a favor da criminalização da homofobia. Por que a homofobia ainda não é crime no Brasil? É uma indagação! Convidei pessoas relevantes, como a delegada Martha Rocha e também gente do dia a dia, que eu conheça. E não são gays ou lésbicas. Mas podem ter um parente ou um grande amigo gay que têm influência em casa e serão vítimas de qualquer forma”, declarou Aloísio.
Com o slogan “Quem cala, consente… e não sente!” o ator também criou uma página “Sinta muito, Brasil” no Facebook. Confira abaixo o primeiro vídeo da campanha.