Cultura LGBT na zona leste

iv-mostra-exentrica

Anúncios

4ª Mostra Excêntrica…

dsc_0621

A Mostra Excêntrica surge na perspectiva de identificar, difundir e democratizar o acesso à produção cultural LGBT na zona leste de São Paulo, provovendo espaço de expressão e resitência em outras pontas da cidade. Esta quarta edição que tem apoio da Secretaria de Cultura da cidade acontecerá na Sede do Coletivo Cultural Sankofa, Vila Ré.
Na abertura da Mostra contaremos com a presença de Ezio Rosa e Luana Hansen discutindo o tema “Representatividade LGBT nas periferias”. Ainda no sábado, temos apresentação peça teatral “Réquiem”, da cia Façamos Assim e do espetáculo “Prática de Montação”, resultado de pesquisa proposta por alunos da Unirio (RJ). No domingo a Mostra acontece na rua Pangauá, em frente à sede do Coletivo e promove uma grande festa com seus participantes. Teremos performance da Drag Queen Yasmin Carraroh, conhecida por participar do programa Academia de Drags, show do cantor andrógeno Venus Pop Alien, batalha do Slam das Minas, além da performance Dossiê Invisibilidade, do artista-pesquisador Rafael Barros (Porto Velho/Manaus). O show de encerramento será com a diva bicha trans preta e periférica Linn da Quebrada. Contaremos ainda com a presença da Unidade Móvel de Cidadania LGBT.

PROGRAMAÇÃO
Sábado (29)
• 16hs – Mesa Excêntrica – “Representatividade LGBT nas periferias” com: Ezio Rosa e Luana Hansen
• 17h30 – Coquetel de Abertura da Mostra;
• 18:30h – Espetáculo “Requiém”
• 19:30h às 20:30h – Exposição na Parte externa. Performance “Chronos”;
• 20:30h – Espetáculo “Prática de Montação”

Domingo (30)
• 15:00h – Show Venus Pop Alien
• 15:30 às 16:10h – Dossiê (IN)Visibilidade
• 16:15h – Show Yasmin Carraroh
• 17:40 às 18:30h – Slam das Minas
18:30h – DJ Caio Dias
• 19:00h – Show de Encerramento – “MC Linn da Quebrada”

A Sede do Coletivo Cultural Sankofa fica na rua Pangauá 669, Vila Ré, próxima à Estação

No dia das crianças tem “Aonde nasce o arco íris?” no Parque do Carmo

Maria nasceu boneca de pano, mas não se via como tal, sua forma de boneca não revelava sua identidade de menina. É amiga inseparável de Rafa, uma criança solitária e apaixonada por revistas de moda. Suas familias não entendem porque eles não são como as outras crianças.
Para realizar seus desejos, saem em busca do arco-íris e nessa jornada conhecem Joca.
Uma homenagem a todas as crianças que nascem arco íris!

dsc_0578a